PLANTAS DE CASA

Formas na versão do utilizador de observar e cuidar de plantas de interior.

Diversos assuntos serão abordados neste blogue destinado a todos os que gostam de plantas e que somente possuem uma pequena varanda ou o espaço interno da casa para as colocar.

De uma forma simples, irei revelando pequenas dicas e conselhos sobre como desfrutar melhor das mesmas pela auto experiencia e observação de resultados de outras pessoas que jamais compraram um livro de plantas ou de jardinagem.

Por todo este blogue é possivel tambem encontrar outros textos relacionados com plantas e links direcionados a outras paginas de grande interesse sobre este assunto, visita-os para informações adicionais!...




EEem.

.
.

27/04/11

IMPATIENS WALLERIANA


Conhecida por nomes como, "Maria sem vergonha, Beijinhos, Não me toques, Alegria da casa", etc... a "Impatiens Walleriana" ou "Alegria da casa" como sempre a conheci,é uma planta linda mas muito melindrosa e frágil.

Floresce quase todo o ano se as condições assim o permitirem mas obviamente que é na Primavera que está resplandecente de flores coloridas nas mais diversas cores, existem em folhas verdes,o mais comum e em matizadas de claro.

Existem em varias cores solidas e também em matizadas. Geralmente as flores são simples mas ultimamente têm aparecido á venda plantas de flores dobradas realmente magnificas pois as suas flores dobradas parecem-se muito com rosas miniatura,no entanto estas plantas de flores dobradas são bem mais sensíveis e pelo peso das suas flores geralmente têm tendência para cair, tendo por isso que ser tutoradas para se conseguir alguma altura.

A "Alegria da casa" não requer um tratamento por aí alem, no entanto o local onde se devem colocar deve ser bem escolhido pois disso depende em grande parte a sua sobrevivencia e uma vez escolhido o local não devem ser mexidas de sitio, penso que deve ser por isso que alguém escolheu o nome de "Não me toques"para elas.

 
Reproduzem-se por semente e por estaca em qualquer altura do ano, sendo que na primavera as chances de a estaca pegar são bem maiores. As sementes encontram-se encerradas numa cápsula verde que quando pronta de enrola e automaticamente liberta as sementes lateralmente na terra. A reprodução por semente é fácil mas nunca a tentei, por isso só irei falar do que já consegui, por estacas... Deve-se escolher uma estaca saudável que se corta a direito e depois de se arrancarem as ultimas folhas do tronco, ela deve deixar-se cicatrizar (secar) por algumas horas antes de a enterrar na terra ou colocar num copo de agua para criarem raízes. Se a colocarem em agua para criar raiz, ponham a suficiente para molhar o pé da estaca e mudem a agua de três em três dias,não a "afoguem". Se a colocarem directamente na terra, escolham uma terra leve e coloquem o vaso dentro de casa perto duma janela a sul tendo o cuidado de regar todos os dias mas sem a deixar com agua no pratinho. Dar-se -ão conta de que a estaca está pegada quando nascerem novas folhas e o processo não é assim muito longo. Há que ter em conta que se colherem uma estaca que tenha flores, elas devem ser todas arrancadas e os botões também para não retirarem força á planta, pois o objectivo da estaca é que crie raízes não que dê flores.

A "Alegria da casa" gosta de calor e de alguma humidade, no Verão é gulosa de agua mas não deve ter o pratinho por baixo do vaso com agua constante, gosta de muita luz mas não aguenta o sol directo a não ser algumas horas pela manhã quando ainda não está muito quente, não gosta de ser colocada num sitio muito ventoso nem em locais de grande passagem onde seja tocada, dá-se melhor em vasos de barro não vidrado, não gosta de terra barrenta (argilosa).
Se a colocar ao ar livre, coloque-a como bordadura em volta de uma árvore que dê sombra ou perto de um muro que também lhe proporcione sombra.

Fica linda em vasos de barro debaixo de um alpendre...
Tenha em conta que pela suavidade das suas folhas, ela é muito cobiçada por lesmas e caracóis que a devoram por completo, troncos inclusive.
Se a colocar em casa, na cozinha perto da janela talvez seja a melhor opção.

Geralmente quando deixada em livre crescimento a "Alegria da casa" tem uma forma harmoniosa meio arredondada,no entanto com o passa do tempo ela pode crescer demasiado e começar a abrir, ficando os troncos mais nus de folhas, esta situação pode ser resolvida por uma poda ligeira de alguns tronquinhos que eventualmente se poderão posteriormente usar como estacas, fazendo com que a planta venha a rebentar de novo mais abaixo e a tornar-se novamente mais compacta.

A "Alegria da casa" tem um ar delicado, feminino e frágil e é uma planta frágil no entanto existe duas variedades um pouco mais resistentes...

 A Impatiens balsamina, que apesar de pertencer á mesma família não precisa de tantos cuidados e há quem a chame, a esta, de "Bicos de papagaio ou "Beijo de frade"".
As folhas são mais duras, geralmente verdes, serradas e pontiagudas e os troncos mais fortes, crescem geralmente para cima e quando grande abre em leque. também as flores são maiores,um pouco diferentes e de ar mais robusto, podendo haver aqui dobradas com maior facilidade. Esta variedade tolera mais a seca e a exposição ao sol, no entanto convém não exagerar...

   
E a Impatiens nova guiné, não tão alta como a anterior mas resistente como esta.As folhas também são bicudas e geralmente serradas, mais duras que a Impatiens walleriana e geralmente também são bastante coloridas, inclusive os troncos. As flores são semelhantes a Impatiens walleriana mas maiores e o crescimento também é semelhante, mas pela rigidez das folhas perde aquele ar de delicadeza que tanto carateriza a "Alegria da casa".

Pessoalmente e apesar das dificuldades eu tenho especial gosto pela primeira, muito mais delicada e mimosa.




5 comentários:

Katia Faiock disse...

Gostei muito da explicação,simples e direta, obrigada. O site está uma gracinha com as borboletas, parabéns, Kátia Faiock

Cybelle Saffa disse...

Obrigada pelas dicas valiosas! Agora sei como cuidar das minhas!

selmafonseca@hotmail.com disse...

neu simplesmente aaaaaaaamo!esta planta, porém,embora tenha muitas de várias cores,eu ainda sonho em recuperar três dobradas que eram a minha paixão,aliás, eu tinha uma branca e duas cor de rosa claro e pink.Quem sabe vc. poderia me ajudar.Como faço pra recuperar as minhas plantinhas? Aqui em Belém do Pará não encontro.Vc.me venderia sementes deste tipo de impatiens e mandaria pelo correio por favor amigo? me chamo Selma fonseca.bjs amigo. Suas dicas são fantásticas.

Anónimo disse...

o site foi bem conseguido quer pelo seu visual quer pela linguagem usada e bem esclarecedora. Obrigado

Ricardo Fialho Henriques disse...

Boa noite, gostaria de saber quais as cores que voce tem da impatiens walleriana dobrada e se dá para enviar pelo correio. Obrigado.